A vitamina D é essencial ao nosso organismo, pois regula a absorção de cálcio e fósforo, fortalecendo ossos, dentes e músculos.  Sua ausência está relacionada a doenças autoimunes, cardiovasculares e neurodegenerativas e a infecções virais e bacterianas. Essas informações são de pleno domínio da ciência. Mas agora os estudos têm se dedicado a entender a relação entre a vitamina D e o novo coronavírus, responsável pela Covid-19.

De acordo com pesquisa publicada recentemente pela Universidade de Turim, da Itália, a vitamina pode exercer um importante papel na prevenção de casos de Covid-19. O estudo mostra que foi percebida uma deficiência da vitamina entre os pacientes italianos diagnosticados com a doença. A vitamina D apresenta capacidade de neutralizar danos causados pela doença nos pulmões e tem ainda um relevante papel na modulação do sistema imunológico.

Bem antes do surgimento do novo coronavírus, a associação entre vitamina D e infecções do trato respiratório já havia sido estabelecida. No artigo Coronavírus: qual a relação entre vitamina D e infecções respiratórias? o médico Victor Miranda cita uma revisão sistemática publicada em 2017 pelo British Journal of Medicine que aponta que “a suplementação com vitamina D se mostrou protetiva contra infecções agudas do trato respiratório”.

Mas como podemos usar essa informação a nosso favor? A principal maneira de obter o nutriente é com a exposição ao sol. Para conseguir um equilíbrio entre os cuidados com a pele e a absorção da vitamina D, o ideal é se expor ao sol cerca de 10 minutos por dia antes das 10h ou após às 16h, sem uso de protetor solar. De acordo com o Hospital Oswaldo Cruz, “atividades simples, como caminhadas e prática de exercícios ao ar livre, já fornecem a quantidade diária necessária que o organismo precisa”.

Outra importante porta de entrada da vitamina é uma alimentação equilibrada. A vitamina D pode ser encontrada em peixes como sardinha e salmão, na carne, no leite, nos ovos, na manteiga, nas castanhas e nozes, no feijão, na couve e no espinafre. A suplementação com vitaminas orais também pode ser feita, desde que haja recomendação médica.

 

Fontes:

Hospital Oswaldo Cruz – “A importância da vitamina D para o organismo”

Veja – “Coronavírus: estudo sugere vitamina D como aliada na prevenção da doença”

PEBMED – “Coronavírus: qual a relação entre vitamina D e infecções respiratórias?”

Fonte da imagem: https://www.shutterstock.com/pt/image-photo/girl-garden-golden-hour-154497602

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Ingresse seu nome

dezoito − três =