Certos nutrientes são a chave para deixar seu cérebro bem afiado

Sabia que uma alimentação balanceada tem a ver – e muito – com o fortalecimento da memória? Substâncias como o ômega 3 e a vitamina D são poderosas aliadas na proteção dos neurônios contra os radicais livres e, inclusive, podem evitar doenças como o Alzheimer. A médica ortomolecular Luciana Granja dá uma lista de alimentos que você não pode esquecer de incluir na dieta para ter uma memória de elefante.

Frutas vermelhas – As chamadas berries, como framboesa, morango, cerejas e amoras, são verdadeiras antioxidantes. Assim como o azeite, elas protegem os neurônios contra os radicais livres, além de auxiliar em sua renovação. Incluí-las entre as refeições ou como sobremesa é uma ótima pedida.

Vegetais – Principalmente os verde-escuro, como couve e rúcula, são antioxidantes e protegem o cérebro contra os radicais livres.

Peixe – Entre os mais ricos nesses nutrientes estão o salmão, a sardinha, o atum e a anchova, que devem ser preparados grelhados, cozidos ou assados. “Assim, os nutrientes são conservados sem grandes problemas”, orienta a médica. 0 ideal é consumir peixe pelo menos duas vezes por semana.

“O peixe melhora a memória, a concentração e possui ação anti-inflamatória. Protege os neurônios contra os radicais livres e preserva suas membranas, colaborando para a troca de informações entre eles”, afirma a médica.

Ovo – “A gema do ovo é rica em colina, um nutriente essencial que faz parte do complexo B de vitaminas. Ele atua na comunicação dos neurônios”, relata a médica. Entre outras fontes de colina estão fígado de galinha, vitela, mostarda e cereais integrais.

Leite – Assim como seus derivados (como queijos e iogurtes) e legumes, ele é uma boa fonte de fósforo. “Uma dieta rica em fósforo ajuda no bom funcionamento do cérebro, uma vez que ele é encontrado na formação das células cerebrais”, afirma a especialista.

Os vilões!

Frituras: alimentos pesados e gordurosos são verdadeiros inimigos da boa memória.

Carboidratos: massas e batata têm um alto índice glicêmico, que desencadeia reações químicas que agridem os neurônios.

Carne: seu consumo não deve ser exagerado, principalmente frita ou no churrasco.

Álcool: em excesso pode até destruir células nervosas.

Cardápio para turbinar a mente

A nutricionista Isabella Correia preparou um exemplo de cardápio recheado de alimentos que fazem bem à memória.

Café da manhã

– fatia de pão integral com 1 ovo mexido e açafrão em pó +1 copo de suco de uva integral orgânico sem açúcar

Lanche da manhã

– punhado de sementes de abóbora, amêndoas ou castanhas

Almoço

– filé de peixe grelhado + salada de grão-de-bico + salada verde (alface, brócolis e couve) com azeite extravirgem

Lanche da tarde

– copo (250ml) de vitamina de leite de soja batido com frutas vermelhas (amora, mirtilo e framboesa) e 7 colher (sopa) de linhaça

Jantar

– filé de frango grelhado + arroz integral + salada verde (alface, brócolis e couve) com azeite extravirgem

Ceia

– tigela pequena de morangos

Fonte: Cozinha Prática Emagreça com Saúde 2 – Vol. 2 – Pág. 10

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Ingresse seu nome

4 × 5 =